Asus Sabertooth 990FX Review – Teste da primeira TUF na plataforma AMD

Com a introdução dos chipsets série-9 e do soquete AM3+ em meados de 2011, a AMD começava a trilhar o caminho para a nova geração de processadores que estava por vir e já dava aos consumidores a possibilidade de se equiparem e ficarem preparados para sua nova arquitetura, a tão aguardada Bulldozer.

Como não poderia ser diferente, assim como os demais fabricantes a Asus trouxe ao mercado sua linha de placas mãe AM3+ cobrindo praticamente todos os segmentos de venda. Dentre seus novos produtos, sua nova Crosshair V Formula obteve grande destaque dentre a imprensa especializada e honrou o legado deixado pela Crosshair IV, sendo a placa mais utilizada nos reviews dos processadores FX e ganhando diversos prêmios.

Porém, ainda no setor high-end, existia uma carência desde a M4A79T Deluxe de outra placa mãe da Asus que fizesse praticamente tudo que a linha Crosshair faz, porém, sobre um custo significativamente menor e que continuasse com desempenho e qualidade bastante próximos.

E é por isso que hoje não falaremos da Crosshair ou de alguma placa ROG, mas sim da primeira placa TUF para a plataforma AMD, a Asus Sabertooth 990FX. Uma placa que chega para trazer com muita qualidade e robustez uma alternativa de performance às placas da franquia ROG.

Próxima Página

Página 1 – Introdução
Página 2 – Embalagem e acessórios 
Página 3 – A Sabertooth em detalhe 
Página 4 – AMD 990FX e SB950 na Sabertooth 
Página 5 – Recursos Especiais TUF 
Página 6 – Bios UEFI e Overclocking
Página 7 – Conectividade, Painel Traseiro e Especificações Gerais 
Página 8 – Conclusão

Sobre Rafael Anaia